sexta-feira, 1 de junho de 2012

Terapia Ortomolecular - Beleza de dentro para fora


Você já ouviu falar em Terapia Ortomolecular? Conhece os benefícios dela?
Tenho uma ótima notícia para vocês! A associação da Terapia Ortomolecular com nossos procedimentos estéticos realizados em clínica potencializa e muito os nossos resultados. Nos literalmente vamos trabalhar a disfunção de dentro para fora.
Para entender melhor como isso acontece, vou esclarecer o que é a Terapia Ortomolecular.
Bem... A palavra “orto” derivado do grego e significa correto ou adequado. Na prática seria a correção das moléculas do organismo.  .
A Terapia Ortomolecular estuda a fundo a bioquímica do organismo humano. Tem como objetivo conservar a vitalidade das células. Para isso, utiliza substâncias naturais como vitaminas, sais minerais, aminoácidos e outras moléculas orgânicas. Nutrindo corretamente as células, todos os tecidos e órgãos do corpo também trabalharão bem.  A terapia visa ainda identificar intoxicações e hábitos de vida prejudiciais a saúde.
A evolução do mundo nos trouxe inúmeras vantagens e também vários problemas que afetam a saúde, entre eles a industrialização dos alimentos, os aditivos químicos para conservá-los, radiações, medicamentos alopáticos, radicais livres, fungos, bactérias, agrotóxicos e mais inúmeros. Tudo isso funciona como uma “sujeira” que vão se depositando na membrana das células retardando o metabolismo e diminuindo a capacidade de absorção dos nutrientes e estes quando não repostos desencadeiam transtornos funcionais que se manifestam na forma de sintomas clínicos como ansiedade, insônia, ganho ou perda de peso, queda de cabelo, fragilidade das unhas, deficiência imunológica, depressão, entre outros.
As funções dos minerais, vitaminas e aminoácidos são variáveis, múltiplas e importantíssimas para um bom funcionamento do organismo, por isso, a Terapia ortomolecular preocupa-se tanto em equilibrar esses nutrientes.
É importante deixar claro ao paciente que não se trata de uma consulta médica e sim de uma consulta ortomolecular. Durante essa consulta vamos analisar toda a rotina do paciente como alimentação, sono, hábitos de vida, predisposição genética, etc... Ainda podemos fazemos o exame da gota de sangue em que o próprio paciente pode ver o efeito dos radicais livres nas células, deficiência de vitamina C, etc... e ainda podemos realizar o mineralograma (exame do fio de cabelo)... Nossa é muiitaaa coisa. Tem ainda a dieta ortomolecular baseado no tipo sanguíneo, mas sobre ela falo em outra postagem!!!
Voltando na aplicação da Terapia Ortomolecular a estética, ficou claro que para 
o funcionamento harmonioso da pele, a sua vitalidade, a sua beleza, o seu aspecto cuidado tem relação direta com as trocas celulares metabólicas que asseguram o equilíbrio dos tecidos: hidratação, renovação celular, flexibilidades das fibras do colágeno e do tecido vascular. Sendo assim, podemos associar aos nossos tratamentos de rejuvenescimento, acne, gordura localizada, celulite, flacidez, enfim, em toda nossa rotina. Além disso, a paciente adora quando sai do consultório com uma receitinha né (que nesse caso é uma recomendação terapêutica)!!! 
Abraços!

Dra. Viviane Cândida
  CRBM3- 4411

9 comentários:

  1. Boa tarde Dra. Viviane,
    Tenho algumas dúvidas básicas sobre a terapia ortomolecular.
    Para um biomédico realizar este tipo de tratamento e prescrição de dietas ou medicamentos, ele teria que fazer um tipo de especialização?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!!!
      Ainda não existe uma especialização em Ortomolecular para biomédicos (ainda, pois já exite o projeto e em breve será mais uma especialidade da classe), mas podemos fazer o curso de capacitação e eles nos permite fazer as recomendações. Pois com ele podemos nos filiar a associações direcionadas a Terapia Ortomolecular.

      Excluir
  2. Muito bom e esclarecedor o artigo. Gostei de saber que a terapia ortomolecular ajuda o organismo a fazer uma limpeza, melhorando assim o metabolismo no nosso corpo.

    ResponderExcluir
  3. Vivi,
    qual é o site da Associação Brasileira para nos cadastrarmos e começarmos a atuar nessa área??? Nós não sabemos se é ABMC, ou ABEC...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. http://www.medicinacomplementar.com.br/ ai está o link!

      Excluir
  4. Olá Viviane
    Conheci seu blog hoje e já adorei!!!Sou biomédica também atualmente trabalho em hospital no interior de São Paulo, mas estou inclinada a fazer um curso de biomedicina estética, queria alguém que já está nesse ramo para me dar uma opinião, visto que estou cansada da rotina laboratorial, mas tenho medo dessa nova área. O que você me diz sobre a área de biomedicina estética?

    ResponderExcluir
  5. Olá Mariana. Não precisa ter medo! Estou trabalhando com estética há um tempo e não me arrependo de ter deixado a análise clínica. Não que eu não gostava, mas o retorno não era proporcional. É muito bom ter o contato direto com paciente, ter meus próprios horários e acima de tudo, o retorno financeiro é bem viável. Procure mesmo uma pós em Biomedicina Estética e se especialize. Mas procure uma boa pós e direcionada para biomédicos e não uma pós em estética convencional e cosmetologia, pois nela você não verá procedimentos estéticos avançados como laser e invasivos não cirúrgicos (intradermoterapia, toxina botulínica, preenchimento,etc) entre outros. Se precisar conheço uma instituição em São Paulo que oferece o a pós direcionada para biomédicos.
    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Viviane, Obrigada pela sua atenção.O que está acontecendo comigo é exatamente o que vc disse gosto do meu trabalho mas o retorno financeiro é desproporcional, e a cada ano fica mais defasado. Queria manter contato com você para podermos conversar melhor, se você puder me adicionar ai poderiamos trocar umas idéias, quero muito ter contato com colegas de profissão que está na área. Meu e-mail é mari_toliveira@hotmail.com

      Excluir
  6. Ok ... te adicionei! Estarei sempre a disposição para o que precisar.

    ResponderExcluir